O Mêda+ convida toda a família para o Palco CTT

Duquesa por Luisa Cativo3

O Mêda+ vai ter um palco diurno, no Parque Municipal do centro da cidade.  O Palco CTT é para ver concertos deitado na relva, para comer gelados e passear. É um palco para toda a família, para as crianças brincarem e os adultos descansarem. É para passar a tarde a ouvir algumas das melhores apostas da nova música portuguesa. O Palco CTT tem o selo de qualidade Mêda+.

Duquesa

Nuno Rodrigues  encontrou a solo o conforto do Verão e dos dias longos. De um lado uma cerveja nas mãos, de outro um gelado, o trabalho de estreia do também vocalista dos Glockenwise é soalheiro a apropriado para os dias longos e pródigos em evasão.
 Tendo como inspiração os abalos que os Beatles trouxeram à música pop, esta Duquesa explora-a no seu modo irreverente, ancorando-se nas suas raízes barcelenses. É ouvir a caminho da praia.

Birds Are Indie

Birds Are Indie nasceram entre um rapaz e uma rapariga, de Coimbra, que se apaixonaram há mais de 18 anos e aos quais se juntou depois um amigo de longa data. Começaram a fazer músicas no início de 2010 e já tocaram por todo o país e um pouco por Espanha, mas continuam a ser um projecto absolutamente descomprometido e nada virtuoso, onde o mais importante persiste, ainda: o amor e uma pop íntima e sincera, baseada em canções que umas vezes nascem alegres e outras vezes tristes, consoante ditam os dias…

Luís Severo

Foi debaixo do signo d’O Cão da Morte que Luís Severo começou um processo de experimentação adolescente enquanto cantautor, tendo vindo a lançar desde 2009 uma montra de registos que concedem ao artísta uma identidade única no panorama músical português. Em 2014, uniu-se a Coelho Radioactivo para nos apresentar radiosas canções e performances na estrada enquanto Flamingos. Finalmente, 2015 é o ano em que O Cão da Morte morre de amores pela pop que outrora experimentou e agora consolida, renascendo com o apelido materno seguindo o nome próprio.

S. Pedro

S. Pedro é real, S. Pedro é sincero, S. Pedro é um bife mal passado a fugir para o insosso. Vocalista dos doismileoito, S. Pedro (leia-se como o santo) resulta da necessidade de o Pedro libertar espaço do disco rígido e do hipocampo. Gravou sozinho as ideias que o assombravam há anos. Ideias que acabaram transformadas em canções. Gravou 10 temas aos quais chamou ‘O FIM’. Tendo em conta a delicadeza das canções, Pedro convidou os melhores músicos para o ajudar a levar o disco para os palcos. Tó Barbot e David Lacerda. S. Pedro passa assim a apresentar-se em trio.

Tio Rex

Tio  Rex,  também  conhecido  como  Miguel   Reis,  é  um  cantautor setubalense  que, recorrendo a delicadas composições de guitarra e munido de uma voz grave, tem vindo a construir desde 2012 o seu próprio imaginário autobiográfico, que, de disco para disco, vai ganhando novos capítulos e abordagens alusivas ao mundo que o rodeia. O conceito deste novo disco de 8 faixas é um ensaio sobre a transição de estados de espírito por influência das relações com os outros, das pressões dos pares e das reações desencadeadas.

The Tumble Reeds

The Tumble Reeds é um grupo criado em 2011, fruto duma grande cumplicidade musical e do prazer de cantar. A cada história transformada em canção, soma-se a profunda fusão das vozes, o corpo dos instrumentos e uma energia contagiante que guia o público por todos os estados de espírito. Apesar de o seu repertório ser inteiramente original (em inglês e português), é estilisticamente centrado no folk americano, com influências de country, blues, soul, pop/rock e com uma pitada dum saudosismo bem português, resultando numa panóplia de cheiros e sabores inconfundível.

Recepção ao Campista

No dia 27 de julho, o Palco CTT acolhe a recepção ao campista com um espectáculo da Orquestra Sinfónica dos centros de formação musical de Mêda, Trancoso, Aguiar e Moimenta da Beira, que vai reinterpretar alguns dos melhores álbuns da história do rock.

© Carlos Lobão

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.